ÁREA DE MEMBROS

@coitenews.com.br

×

Com sintomas de Covid-19, homem morre em avião e desespera passageiros

Passageiros de um voo da United Airlines ficaram desesperados ao presenciar a morte de um homem dentro do avião, que partia de Orlando para Los Angeles na última segunda-feira (20). Segundo a mulher da vítima, ele tinha sintomas da Covid-19. As informações são do portal Uol.

Com o preocupante estado de saúde do passageiro, foi necessário realizar um pouso emergencial. De acordo com a companheira do homem, ele tinha um exame marcado para saber se estava ou não com a doença. Testemunhas relatam que a vítima estava tremendo, suando e com dificuldade para respirar antes da decolagem. 

Após o pouso emergencial, médicos entraram no avião, mas já era tarde demais para socorrer o passageiro e ele foi declarado morto.

Os passageiros questionaram os protocolos de segurança, mas a companhia aérea afirma que o homem e a família mentiram sobre seu estado de saúde ao preencher o formulário para o voo. 

Uma das passageiras presentes no ocorrido contou que um homem sentado atrás dela afirmou que a vítima “morreu de Covid”. “Como você sabe que é Covid? Porque a mulher confirmou enquanto falava com os paramédicos”, escreveu ela. Em outra postagem, ela critica o fato de o voo ter sido retomado na mesma aeronave, com todos sendo expostos ao vírus. 

De acordo com outra testemunha, Tony Adalpha, os médicos demoraram 45 minutos para entrar no avião. Nesse meio tempo, algumas pessoas tentaram reanimar a vítima, sem sucesso. 

“Não fizemos respiração boca a boca, estávamos fazendo compressões torácicas e eles colocaram uma máscara de oxigênio nele”, contou ele, que ficou sabendo no momento que o homem poderia estar com Covid-19. Ainda assim, ele optou por auxiliar os paramédicos na retirada da vítima do avião.

“Sabia dos riscos envolvidos na realização de RCP em alguém com chances de ter Covid, mas optei por fazê-lo de qualquer maneira. Falei com a mulher do passageiro sobre seu histórico médico e ela nunca mencionou que ele estava doente, mas disse que ele tinha um teste agendado em Los Angeles”, contou.

A United Airlines está entrando em contato com todos os 179 passageiros do voo para alertá-los sobre possíveis sintomas.

Por meio de nota, a companhia lamentou o ocorrido. “Nosso voo foi desviado para Nova Orleans devido a uma emergência médica e os paramédicos transportaram o passageiro para um hospital local onde ele foi declarado morto. Entramos em contato com sua família e expressamos nossas sinceras condolências por sua perda”.